O QUE É O INVESTIMENTO EM CDB?

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um investimento de Renda Fixa emitido por bancos e financeiras para que estes se capitalizem, ou seja, consigam dinheiro para desenvolver suas atividades.

Desta forma, ao investir o seu dinheiro em um Certificado de Depósito Bancário (CDB), você estará fazendo um empréstimo para a instituição financeira que emitiu este título privado de Renda Fixa e receberá em troca, no futuro, o seu dinheiro acrescido de juros.

Aprenda sobre CDB e faça seu dinheiro render!

Os principais tipos de CDB disponibilizados pelos bancos são:

  • CDB pré-fixado
  • CDB pós-fixado
  • CDB híbrido

No CDB pré-fixado, o investidor sabe desde o início qual será a remuneração de sua aplicação e esta taxa de juros pré-fixada não varia ao longo do tempo. Por exemplo, se você investir R$ 100.000 em um CDB pré-fixado com taxa de 10,0% ao ano, terá um saldo bruto de R$ 110.000 no resgate porque houve o pagamento de R$ 10.000 de juros.

O CDB pós-fixado é o mais comumente ofertado pelos grandes bancos e a rentabilidade do investimento é atrelada a algum índice do mercado, sendo geralmente utilizado o famoso Certificado de Depósito Interbancário (CDI) para isto. Portanto, se você encontrar um CDB de 110% do CDI, por exemplo, saiba que está diante de um CDB pós-fixado.

No CDB híbrido a remuneração é dada pela soma de um valor pré-fixado com outro valor pós-fixado. Nestes casos, o índice pós-fixado geralmente utilizado é o IPCA (índice oficial da inflação no Brasil). Um exemplo de CDB híbrido é aqueles que oferecem aos investidores uma remuneração de “IPCA + 5,0% ao ano”.

Normalmente, os investimentos em CDBs possuem liquidez diária, ou seja, podem ser resgatados sempre que o investidor quiser. Entretanto, os bancos oferecem também CDBs com prazo de resgate de até 5 anos e em troca disponibilizam maiores taxas de rentabilidade. Portanto, você é recompensado com o pagamento de juros maiores quando deixa o seu dinheiro aplicado por tempos mais longos.

Em relação à segurança, é bom você saber que ao aplicar em CDB ou em outros títulos de Renda Fixa (LCI e LCA, por exemplo) você ficará exposto ao risco da instituição financeira. Desta forma, quanto maior e mais segura a instituição emissora do CDB, menos risco você correrá.

Ainda sobre esta questão da segurança, é interessante você saber da existência de um seguro grátis e automático para qualquer investimento em CDB, cujo nome é FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O limite deste seguro é de até R$ 250.000 e caso o banco no qual você investiu o seu dinheiro tenha a falência decretada, você terá o seu dinheiro de volta desde que não ultrapasse este limite máximo.

Portanto, se você tiver mais de R$ 250.000 para investir, o melhor conselho é dividir o dinheiro em diversos bancos para garantir que todos os investimentos em CDB estejam cobertos pelo FGC.

Para aprofundar seus conhecimentos sobre este tipo de investimentos, leia o tutorial sobre aplicações em CDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *